Flávia Rogoski, Bon Vivant, Curitiba

Square

A arte de vender queijos é muito mais complexa do que imaginamos! Essa formação mostra que o “comerciante queijeiro” é um ofício, uma profissão que deve ser valorizada e melhor estudada para obter sucesso.

O ano de 2018 estava lá no seu começo, como todo ano, sendo um janeiro complicado e um fevereiro esperando o carnaval passar, acho que é sempre esse pensamento de todo comerciante.  Foi neste momento de marasmo que recebi o convite da Débora para participar do curso de Gestão de Boutique de Queijos na Mons Formation em Roanne.

Fiquei na dúvida, pois apesar de sempre procurar melhorar a forma de vender queijos, fiquei pensando se com as diferenças de legislação, hábitos de consumo e impostos,  conseguiria trazer deste curso alguma melhoria para o meu dia a dia na loja. Foi uma incrível surpresa, que apesar de estar em dois mundos diferentes, a troca de experiência e informações me trouxeram incríveis soluções para dúvidas que sempre tive.  Foi muito produtivo e fora isso tudo, muito divertido.